NEW IN
House of Caju

NECESSAIRE FEMININA EM COURO "MARIA DO AMARAL RIBEIRO"

CÓD. HC11574AMAZLNOX
R$ 99,004x de R$ 24,75 sem juros ou R$ 89,10 à vista

Calcule o valor do frete e prazo de entrega para a sua região

Não sei o meu CEP

CALCULANDO FRETE

Tipo Valor Prazo
VEJA MAIS CONDIÇÕES DE PARCELAMENTO. Clique aqui

Formas de parcelamento no cartão

  • 01 x de R$ 99
  • 02 x de R$ 50
  • 03 x de R$ 33
  • 04 x de R$ 25

HCMARIADOAMARALRIBEIRO

O couro carnal sofre um descasque natural e imprimi ainda mais personalidade a peça, tornando assim ela ainda mais versátil e exclusiva.

Observação: Esse produto não suporta NENHUM contato com produtos quimicos.
Exemplo: Álcool, Álcool em Gel, Gasolina, entre outros.

Dimensões: 22.0cm x 14.0cm x 10.0cm (comprimento, altura, profundidade)
Cor: Amarelo
Material: Couro Carnal e Lona
Sku: HC11574AMAZLNOX
Peso: 0,10kg

A história por trás do nome dessa companheira:

Maria do Amaral Ribeiro nasceu no Rio de Janeiro, 9 de novembro de 1975 é uma atriz, escritora e diretora de cinema brasileira. Iniciou sua carreira na TV em 1994, com uma participação na minissérie Memorial de Maria Moura. No ano seguinte, participou da novela História de Amor, de Manoel Carlos. Em 2001, retornou às novelas em A Padroeira. Em 2003, lançou seu primeiro trabalho como diretora no curta-metragem Vinte e Cinco. Fez também a jovem Ana Maria no filme Tolerância, dirigido pelo diretor gaúcho Carlos Gerbase. No teatro, ja atuou em muitas peças. Em 2008 retornou aos palcos em Depois do Começo do Mundo vivendo Adalgisa. Em 2011, protagoniza a peça Deus é um DJ. Em 2014, retornou à Globo, na novela das 21h, Império. No ano seguinte, lança seu primeiro livro titulado Trinte e Oito e Meio reunindo “crônicas, reflexões e desabafos” com textos autobiográficos. Está na série do Netflix, O Mecanismo, que estreou em 2018. Ela tem também um projeto pessoal estou começando a montar um documentário sobre o meu pai, que filmei dez anos antes de ele morrer, quando ele vendeu uma casa que a gente tinha em Angra. Ele era presidente da SulAmérica Seguros, tinha cavalo no Jockey, era cheio de histórias, charmosão. Meu pai foi um filho de intelectuais que ganhou muito poder e grana, e que perdeu absolutamente tudo. Uma aristocracia decadente que dá muito boa dramaturgia.

*OBSERVAÇÃO: A história dessa carteira é meramente representativa. O produto acompanha somente uma frase dita pela mulher.

Você já usou este produto?

Compartilhe a sua opinião com a gente.

Avalie este produto
0,0 de 5 estrelas (0 avaliações)
  • 5 estrelas
    (0)
  • 4 estrelas
    (0)
  • 3 estrelas
    (0)
  • 2 estrelas
    (0)
  • 1 estrela
    (0)