House of Caju

BOLSA FEMININA EM COURO "CIBAÉ MODOJEBÁDO"

CÓD. HC11540PTVMLSOX
R$ 389,0010x de R$ 38,90 sem juros ou R$ 350,10 à vista

Calcule o valor do frete e prazo de entrega para a sua região

Não sei o meu CEP

CALCULANDO FRETE

Tipo Valor Prazo
VEJA MAIS CONDIÇÕES DE PARCELAMENTO. Clique aqui

Formas de parcelamento no cartão

  • 01 x de R$ 389
  • 02 x de R$ 195
  • 03 x de R$ 130
  • 04 x de R$ 97
  • 05 x de R$ 78
  • 06 x de R$ 65
  • 07 x de R$ 56
  • 08 x de R$ 49
  • 09 x de R$ 43
  • 10 x de R$ 39

HCCIBAÉMODOJEBÁDO

A Bolsa Saco foi pensada e desenvolvida para imprimir a personalidade da Mulher Brasileira.
O couro carnal sofre um descasque natural e imprimi ainda mais personalidade a peça, tornando assim ela ainda mais versátil e exclusiva.
Com fechamento em botão imã, ela acompanha duas alças: a alça de mão, que também pode ser usada no antebraço, e uma transversal regulável (removível).
Com metais e forros altamente personalizados enaltecemos ainda mais a Brasilidade.
Para adicionar ainda mais praticidade contamos com um bolso interno e o forro altamnete removível.

Observação: Esse produto não suporta NENHUM contato com produtos quimicos.
Exemplo: Álcool, Álcool em Gel, Gasolina, entre outros.


Dimensões: 26.0cm X 28.0cm X 12.0cm (comprimento, altura, profundidade)
Comprimento da alça de mão: 34cm
Altura da alça de mão: 15cm
Comprimento da alça transversal: 70cm (mínimo) 1,20m (máximo)
Cor: Preta
Material: Couro Carnal
Sku: HC11540PTVMLSOX
Peso: 0,85kg

A história por trás do nome dessa companheira:

"Cibaé, índia da nação Bororó, considerada “catequizada” na época, era conhecida como Rosa Bororó, participou ativamente das expedições de pacificação realizadas pelo governo imperial junto a seu povo. As razões de Cibié, foram, segundo alguns historiadores/as, as mesmas de algumas outras mulheres, também indígenas, que lhe fizeram companhia: filhos feitos reféns pelo governo.Essas expedições militares, que partiam de Cuiabá rumo ao Alto rio São Lourenço, por volta de 1886, eram organizadas por Joaquim Galdino Pimentel, presidente da então província do Mato Grosso (MT) e chefiadas por Antônio José Duarte, alferes. Algumas histórias informam que nas matas, Rosa e companheiras despiam-se das roupas e pintavam-se a moda de seu povo, sendo assim recebidas sem resistência e abrindo caminho para a chegada do branco.Hoje, em Cuiabá, Rosa Bororó empresta seu nome a um museu municipal, que reúne objetos e tradições da cidade. "


*OBSERVAÇÃO: Cada companheira da House of Caju possui uma história exclusiva, portanto a história acima pertence a companheira desta foto, cada companheira adquirida virá com uma história diferente.

Você já usou este produto?

Compartilhe a sua opinião com a gente.

Avalie este produto
0,0 de 5 estrelas (0 avaliações)
  • 5 estrelas
    (0)
  • 4 estrelas
    (0)
  • 3 estrelas
    (0)
  • 2 estrelas
    (0)
  • 1 estrela
    (0)