House of Caju

BOLSA FEMININA EM COURO "HEIDE WEBER"

CÓD. HC11550PTCMLSOX
R$ 529,0010x de R$ 52,90 sem juros ou R$ 476,10 à vista

Calcule o valor do frete e prazo de entrega para a sua região

Não sei o meu CEP

CALCULANDO FRETE

Tipo Valor Prazo
VEJA MAIS CONDIÇÕES DE PARCELAMENTO. Clique aqui

Formas de parcelamento no cartão

  • 01 x de R$ 529
  • 02 x de R$ 265
  • 03 x de R$ 176
  • 04 x de R$ 132
  • 05 x de R$ 106
  • 06 x de R$ 88
  • 07 x de R$ 76
  • 08 x de R$ 66
  • 09 x de R$ 59
  • 10 x de R$ 53

HCHEIDEWEBER

A Bolsa Estruturada foi pensada e desenvolvida para imprimir a personalidade da Mulher Brasileira.
Com fechamento em zíper, ela acompanha duas alças: a de mão, que também pode ser usada no antebraço, e uma transversal regulável (removível).
Com metais e forros altamente personalizados enaltecemos ainda mais a Brasilidade.
Para agregar ainda mais praticidade contamos com três bolsos interno e um externo.

Dimensões: 30.0cm x 25.0cm x 15.0cm (comprimento, altura, profundidade)
Comprimento da alça de mão: 39cm
Altura da alça de mão: 16cm
Comprimento da alça transversal: 70cm (mínimo) 1,20m (máximo)
Cor: Preta com Caramelo
Material: Couro
Sku: HC11559PTCMLSOX
Peso: 0,85kg

A história por trás do nome dessa companheira:

Hilde Weber foi uma artista plástica, chargista e ilustradora brasileira nascida na alemanha. Foi a primeira mulher chargista da imprensa brasileira; ilustrou para publicações como A Cigarra, O Cruzeiro e Manchete e jornais como Tribuna da Imprensa, onde ficou conhecida pelas suas charges políticas. No Rio de Janeiro, começa a desenhar para os Diários Associados, ilustrando reportagens escritas por Rubem Braga. Ilustrou também para as revistas "O Cruzeiro" e "A Cigarra", da qual foi capista entre 1933 e 1934. Viveu em São Paulo entre 1943 e 1950, desenhando para os jornais Folha da Manhã, Noite Ilustrada. Em 1950 voltou ao Rio, convidada a ser chargista do jornal Tribuna da Imprensa, de Carlos Lacerda. Lá, desenhou caricaturas satíricas do noticiário da época. Expôs no Salão do Sindicato dos Artistas Plásticos e em cinco edições da Bienal Internacional de São Paulo (1ª-4ª;6ª) na Exposição de Arte Moderna em Belo Horizonte, e nos Salões Oficial e Nacional de Arte Moderna no Rio de Janeiro. Aposentou-se em 1989. Teve suas charges reunidas no livro O Brasil em Charges.

*OBSERVAÇÃO: Cada companheira da House of Caju possui uma história exclusiva, portanto a história acima pertence a companheira desta foto, cada companheira adquirida virá com uma história diferente.

Você já usou este produto?

Compartilhe a sua opinião com a gente.

Avalie este produto
0,0 de 5 estrelas (0 avaliações)
  • 5 estrelas
    (0)
  • 4 estrelas
    (0)
  • 3 estrelas
    (0)
  • 2 estrelas
    (0)
  • 1 estrela
    (0)