Bolsa Feminina Em Couro 'Ana De Moraes Andrade'

Bolsa Feminina Em Couro 'Ana De Moraes Andrade'

  • REF. HC1097LJTMOR
  • Disponibilidade: Até 2 dias Úteis
  • R$ 399,00

    R$ 399.00
  • 10x de R$ 39,90 sem juros
  • ou R$ 359,10 à vista
Companheira HCANADEMORAESANDRADE : é sempre aquilo que você precisa que ela seja. Espaçosa e utilitária sem perder o estilo, ideal para ser usado na cidade ou no interior podendo até mesmo ser usada em ocasiões especiais.

DETALHES DO PRODUTO

Companheira HCANADEMORAESANDRADE :  é sempre aquilo que você precisa que ela seja. Espaçosa e utilitária sem perder o estilo, ideal para ser usado na cidade ou no interior podendo até mesmo ser usada em ocasiões especiais.



28.0cm X 21.0cm X 13.0cm

(Comprimento x Altura x Profundidade)


- Espaço interno reprojetado com detalhes dos arquivos da House of Caju

- Bolso interno com forro em tecido

- Peças metálicas personalizadas

- Acabamento em couro da cor Laranja


- Código exclusivo dessa companheira: HC00097



A história por trás do nome dessa companheira:


Nascida no Engenho Cumbi, Município de Nazaré da Mata (PE), décima segunda filha de Francisco Porfírio de Andrade Lima e Cândida Rosa de Morais Andrade Lima, Anita, como era carinhosamente chamada, após o afastamento do prefeito, em 1952, como presidente da Câmara de Vereadores de Macaparana foi conduzida à prefeitura, tornando-se assim a primeira mulher a ocupar esse cargo no estado de Pernambuco e a segunda do Brasil.Sua entrada na política partidária ocorreu em 1924, aos 18 anos. Grávida do primeiro dos nove filhos que teria, filiou-se ao Partido da Aliança Liberal e contou com o apoio e incentivo do marido e primo, Antônio Moraes de Andrade, onze anos mais velho, com quem se casara aos 14 anos de idade e mudou-se para Macaparana. Entretanto, foi em 1945, então no partido da União Democrática Nacional (UDN), que se elegeu vereadora pela primeira vez, aos 39 anos e com a quarta-série primária-, experimentando perseguições, preconceitos e desafiando tradições que à época mantinham o sexo feminino afastado das discussões e decisões políticas. Anita instalou um alto-falante no primeiro andar de sua casa e através dele denunciava as perseguições sofridas e os desmandos dos coronéis da região, atitude ousada que lhe rendeu muitos inimigos.Defendia ser a atuação política a única forma de combater a miséria dos menos favorecidos. Aliás, uma preocupação anterior ao cargo público para o qual foi eleita quatro vezes consecutivas. A distribuição de alimentos e remédios sempre fez da porta de sua casa ponto de romaria dos necessitados. Também para reconciliar casais brigados foi convocada, por um dos cônjuges, muitas vezes.A Casa de Saúde Santo Antônio, bem como, a criação do Grupo Escolar Brigadeiro Gomes, que atualmente atende, inclusive, ao ensino médio, são alguns dos exemplos da obra deixada por Anita, então com 16 tataranetos, em Macaparana, ao falecer em 2003. Sua herança política, através de familiares, vem se fazendo presente ao longo das décadas, desde que encerrou seu último mandato em 1969. '


*OBSERVAÇÃO: Cada companheira da House of Caju possui uma história exclusiva, portanto a história acima pertence a companheira desta foto, cada companheira adquirida virá com uma história diferente.

AVALIAÇÕES

Não há avaliações para este produto.

Tags: bolsas, bolsas femininas, bolsas em couro, bolsas house of caju, bolsas couro legítimo